Infográfico: Crescendo depois do vírus Zika (texto alternativo)

Ainda estamos aprendendo sobre o vírus da Zika e como ele afeta a gravidez. Esperamos encontrar respostas que ajudarão a informar sobre cuidados a ter com crianças expostas ao vírus da Zika no útero.

Efeitos do vírus da Zika no cérebro em desenvolvimento

Os bebês expostos ao vírus da Zika no útero podem nascer com cabeça pequena, uma doença chamada microcefalia. Mas a cabeça pequena é apenas a consequência mais visível. Pesquisadores estão constatando que o vírus da Zika também pode afetar a estrutura e o funcionamento do cérebro do bebê, independentemente do tamanho da cabeça.

Cérebro saudável

Gráfico: Cérebro saudável

Microcefalia:

Gráfico: Cérebro microcefálico

O vírus da Zika afeta as células do cérebro em desenvolvimento, de forma que o cérebro e a cabeça não atingem o tamanho total

Calcificações no cérebro:

Gráfico: Cérebro com calcificações

O cálcio se acumula no tecido cerebral e interfere no funcionamento do cérebro.

Ventrículos dilatados:

Gráfico: Cérebro com ventrículos dilatados

Os espaços no interior do cérebro, chamados ventrículos, são grandes demais, causando acúmulo de líquido (hidrocefalia) e pressão.

Outras anormalidades no cérebro associadas ao vírus da Zika incluem um cérebro liso com nenhuma ou poucas dobras (lisencefalia), o colapso do crânio (sequência de perturbações do cérebro fetal), cérebro assimétrico e ausência de algumas estruturas do cérebro normal.

Gráfico: Silhueta de uma jovem

Ainda não se tem certeza das consequências a longo prazo da exposição ao vírus da Zika no útero. Com base no que se sabe sobre a exposição do feto ao vírus da Zika e outras infecções, os problemas podem incluir:

  • Problemas de audição
  • Problemas de visão
  • Problemas de equilíbrio
  • Atrasos no desenvolvimento e na aprendizagem
  • Problemas de deglutição
  • Convulsões
  • Rigidez e movimentos deficientes
  • Peso reduzido ao nascer
  • Problemas comportamentais

O instituto NICHD investiga o desenvolvimento ao longo do processo da vida inteira, incluindo o desenvolvimento fetal e a primeira infância.

O estudo do vírus da Zika e seus efeitos nos ajudará a cuidar de crianças — agora e quando crescerem — de forma a poderem atingir seus potenciais para uma vida saudável. Saiba mais sobre a pesquisa com o vírus da Zika realizada com apoio do instituto NICHD em www.nichd.nih.gov/zikaresearch.

Cortesia de tradução a Translators Without Borders 

Gráfico: Logotipo do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA. Links para http://www.hhs.gov

Gráfico: Logotipo do NIH Instituto Nacional Eunice Kennedy Shriver de Saúde infantil e Desenvolvimento humano. Links para https://www.nichd.nih.gov/Pages/index.aspx

Gráfico: Siga-nos no Twitter .

Gráfico: Curta-nos no Facebook .

Gráfico: Visite-nos no Pinterest .

Gráfico: Visite-nos no Flickr .

 

De volta ao Crescendo depois do vírus Zika infográfico.

top of pageBACK TO TOP